01 agosto 2011

Aprender a aprender


Este testemunho transmite alguns dos sentimentos de frustração que um(a) disléxico (a) pode sentir, quando nem ele(a) próprio entende o que está a acontecer, porque se esforça tanto e no final, o seu esforço, a sua tentativa, cai por terra...mais ainda, quando diante do seu esforço, não tem um público empático diante de si, mas um grupo trocista que não entende o quanto pode ser angustiante para quem realmente não consegue ir ao encontro do que é expectável pela sociedade educativa...


Mas não é preciso ser-se disléxico, ou ter outro tipo de dificuldades de aprendizagem, para se sentir por vezes angustiado com a expectativa e o peso que se carrega duma sociedade que exige, sem praticar mais vezes, em ambiente escolar, mas também familiar, a escuta, a humildade e a tolerância para os que têm simplesmente um ritmo diferente.

Cada um de nós traz em si, um lugar especial, a ser descoberto e explorado e não deve nem pode ser calado.

O aprender a aprender é um caminho que merece ser trilhado, diariamente, no espaço família, no espaço escola, no espaço sociedade.

2 comentários:

Sofia Paço disse...

Obrigada pela passagem no meu blog e mais ainda o seu registo!

Não conhecia o seu blog, e tive agora oportunidade de ler este post.

'Cada um de nós traz em si, um lugar especial, a ser descoberto e explorado e não deve nem pode ser calado!' - é uma luta diária mas uma verdade absoluta.

Kiss,
Mamã Sofia

Silvana Lima disse...

Parabéns pelo blog!Sou agora seguidora!

http://silvanapsicopedagoga.blogspot.com.br/