30 julho 2009

Orientações...



Manter-se activo - É importante ter um planeamento diário de actividades que preencham o dia.

Sentir e ser útil - O facto de de contribuir para o bem estar do outro, permite que se sinta bem consigo mesmo. O apoio leva a um aumento da auto-estima.

Concretizar de algo que adiou - Dedique-se a aprender aquela actividade, a aprender arte ou outro tipo de actividade. Faça aquela viagem com que sempre sonhou, planeie fazer visitas...esteja activo.

Comunicar - é importante evitar o isolamento, a solidão. Frequente locais onde possa convver entre pares.

Manter a autonomia - O que sentir ser capaz de fazer por si, faça-o, não permita que seja os outros a fazê-lo por si, reforça a auto-estima e auto-confiança, no entanto caso surjam dificuldades não hesite em pedir ajuda. É importante saber que pode contas com a ajuda dos outros.




06 julho 2009

Afectos



Verifica-se uma carência de afectos nos nosso dia-a-dia.
É importante recuperá-los, transmitir aos nossos filhos o quanto é fundamental o afecto, o reconhecimento e reforço. A empatia também é necessária.
Não são somente as crianças que sentem este distanciamento. A vida preenchida, repleta de vazios. Os nossos idosos que tanto nos têm a dar, sentem cada vez mais o distanciamento, sentindo o desinteresse abrupto da sociedade que se desculpa com a falta de tempo.
Que valores passamos nós aos filhos e ente queridos?
É necessário cada um de nós valorizar cada contributo, cada passo e estreitar cada vez mais os afectos entre gentes, desde o mais novo ao mais velho.

27 fevereiro 2009

Regresso...

Após algum tempo afastada destas lides, eis que estou de volta a este cantinho e dar vida e cor à matéria a que se destina este blog...

Até já.